Páginas

Títulos

Muitas pessoas julgam um livro pela capa.
Eu julgo pelo título.
Um título de um livro pode conter metade da história escrita nele ou pelo menos dá uma dica do que ele é. (ou nenhum dos dois)

Há aqueles que apresentam o personagem principal ( Iracema, Dom Casmurro, A Moreninha), o que é o personagem principal (Senhora, o Ateneu, o Alienista) ou o fim do próprio livro (Triste fim de Policarpo Quaresma).

Há aqueles títulos bem sugestivos como 'O crime do Padre Amaro' (hum, esse livro e bom!) ou 'A menina que roubava livros' (mas ela não é ladra!).

Não podemos esquecer daqueles livros que vêm com títulos de lugares, 'A mina de Ouro' (muito infantil), 'o Cortiço' (para maiores de 16) ou Cidade do Sol (apesar de eu nunca ter ido lá).

Os títulos dos livros de auto-ajuda são os que mais intrigantes. 'Professores fascinantes, alunos brilhantes', 'Pais brilhantes, filhos irritantes' (ou é o contrário? Sei lá).
Queria saber porque não põem títulos como 'Drogas estimulantes, filhos traficantes'.
Li um chamado 'Saborear a vida', pensei: Que sabor tem a vida? Azedo, doce, amargo...

Se o título for bom ou não, ler é indispensável (pena que eu faço isso poucas vezes) e escrever é melhor ainda.
Lembrete: Enquanto o livro é um dispositivo de entrada de dados, visando o usuário, o caderno é um dispositivo de entrada e saída (a não ser que você não deixe ninguém lê-lo)

Acho que esse post foi um incentivo a leitura (ou não) OMG!

8 comentários:

Rii disse...

................O crime do padre Amaro. HENTIHENTIHENTI!!

E os títulos de mangás?

Iza Santos disse...

Hum, tipo, se eu falasse só eu e vc poderíamos debater, além do mais, eles envolvem muita subjetividade para um só post hehehehehe

Rii disse...

Talvez... HAHAHAHAHAAHAHAH ~
Mangás, sempre. s2

Rickanon disse...

Hi, my name is Tom.
Legal titulo, mangás.
Satsfeita (1)

Iza°°° disse...

My name is Nina.

Não muito.

Anônimo disse...

Nina, Tom.. hun?
OIISOUARII³ *-*

Iza°°° disse...

OIISOUARII³

Nem percebiiii.

Iza°°° disse...

O Tom é legal.